Master Of Simplicity

Em 2014, assim que foi lançado o primeiro livro The Life-Changing Magic of Tidying Up: The Japanese Art of Decluttering and Organizing (ainda em inglês) da Marie Kondo, eu senti que algo de muito especial havia naquela visão. Sempre li muitos blogs e livros sobre destralhamento e organização, e mesmo assim Marie Kondo partilhava ideias novas, algumas contrárias ao habitual.

Para ela existe um efeito mágico em “arrumar” (tidying) que passa para a vida pessoal, em confiança e em bem-estar. Há uma descrição muito pormenorizada sobre como se deve selecionar cada peça de roupa, livros ou papéis. Ela ajuda a entender o porque de destralhar, como e quanto. Os motivos para manter as coisas são bem claros, desde assuntos mais técnicos a mais pessoais.

A ordem de destralhe que ela sugere faz lembrar os meus processos de aprendizagem quando eu dou aulas: há uma razão para eles terem uma ordem! Ela não só lista, como explica e consegue dar uma ajuda muito experiente através do livro. Cada categoria tem várias subcategorias e cada uma com sua importância.

Ideias chave do método Konmari a meu ver universais:
– Comece por visualizar o estilo de vida ideal que procura e tente entender o objetivo pelo qual está destralhando
– As pessoas não mudam os hábitos se não mudarem o modo de pensar.
– Arrumar começa com destralhar
– Destralhe primeiro, organize depois
– Não se concentre no que quer deitar fora mas sim no que quer manter
– Tire tudo de uma só vez, não faça nada aos pedaços!
– A ordem sugerida é roupas primeiro, depois livros, papéis, miscelânicas e no fim lembranças
– As roupas devem ficar de modo que se vejam literalmente todas, lado a lado na vertical, ao invés de ficarem deitadas horizontalmente em pilha.
– A chave está na arrumação vertical sempre que possível
– Organização por categoria ou por pessoa, com o cuidado de ficar cada categoria no mesmo espaço e sem ficar espalhado no lugar.
– Evitar que a família veja o destralhe

“Não importa quão lindas as coisas costumavam ser, nós não podemos viver no passado. A alegria e a excitação que sentimos aqui e agora são mais importantes.”
(Marie Kondo)

Separei ainda algumas ideias que achei revolucionárias (e não pretendo explicar para, tal como nos filmes, não perderem a magia no livro):
– arrumar deve ser algo especial, não o faça todos os dias
– o destralhamento é feito por categorias e não por lugares ou compartimentos da casa
– ela não usa as filosofias: “destralhe tudo o que não usou durante um ano” ou “se não consegue decidir coloque numa caixa e reveja-a 6 meses depois” – para Marie se você tem o objetivo definido, então foque-se e lembre seu objetivo sempre que tiver dúvidas
– Esvazie a sua bolsa todos os dias

Seria fácil “criticar” algumas destas ideias, até porque a sociedade nos habituou a outras. Porém como criticar sem perceber a explicação?

“One client in her twenties defined her dream as “a more feminine lifestyle.”[…]
“What do you mean by a ‘feminine lifestyle’?” I asked. She thought for a long moment before finally responding.
“Well, when I come home from work, the floor would be clear of clutter … and my room, as tidy as a hotel suite with nothing obstructing the line of sight. I’d have a pink bedspread and a white antique-style lamp. Before going to bed, I would have a bath, burn aromatherapy oils, and listen to classical piano or violin while doing yoga and drinking herbal tea. I would fall asleep with a feeling of unhurried spaciousness.”

Excerto de: Kondo, Marie. “The Life-Changing Magic of Tidying Up: The Japanese Art of Decluttering and Organizing.”

Adaptado da versão original no meu blog Música com Café aqui.

2 Responses

  1. Olá minha querida!!

    Embora ande mais caladinha tenho visitado sempre o teu cantinho. E tenho que te dar os parabéns pelas publicações que aqui fazes sempre tão interessantes e inspiradoras! A verdade é que gosto imenso de te ler!
    Já li os dois livros da Marie, embora tenho gostado dos dois , achei o segundo um pouco repetitivo, ainda assim ambos tiveram um excelente impacto em mim.
    É impressionante como ela nos transmite o quanto o destralhar tem um grande impacto nas nossas vidas. O quanto o menos é capaz de nos trazer mais!
    Concordo mesmo na magia que o arrumar pode ter nos nossos dias!
    Beijinho enorme minha querida*

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese