Master Of Simplicity

Por quanto tempo devo guardar faturas?

Você ainda tem recibos de 2010 guardados? Sabia que estão só ocupando espaço?

Organização de documentos não é pêra doce. Geralmente há uma tendência para extremos: ou guardamos tudo misturado por anos a fio ou deitamos tudo fora! Mas porque arquivamos recibos e comprovativos de pagamento? Ora, porque podemos precisar a qualquer momento. Então porque não sabemos onde está a fatura do computador que avariou dentro da garantia? Pois é!…

 

Primeiro: selecione e destralhe!

Vamos eliminar o que não tem utilidade. Para quê guardar o recibo da máquina de lavar que comprou em 2000? Ou da conta da água de 2013?

Através do artigo publicado em Fevereiro de 2016 no site da Deco Proteste, resumi o tempo mínimo de guardar as faturas ou os comprovativos de pagamento:

  • 6 meses – para contas domésticas como água, eletricidade, gás, internet e comunicações. É referido o alojamento e a alimentação também, caso estes não sejam incluídos no IRS.
  • 2 anos – para produtos ou serviços com garantia de 2 anos. Isto inclui eletrodomésticos, computadores, mão de obra em oficinas, etc. É referido especificamente que cobranças de profissionais liberais, como advogados, não devem ocorrer após este tempo, nem de instituições ou serviços médicos particulares.
  • 3 anos – para dívidas relativas a instituições públicas de saúde
  • 4 anos – para IUC, E-fatura e IRS (incluindo comprovativos de rendimentos e despesas declaradas)
  • 5 anos – para imóveis, rendas e condomínio

Estes são os prazos válidos em Portugal. Atenção que cada país tem as suas regras.

 

Segundo: organize!

Mediante o contexto e as necessidades de cada pessoa e país, você deve procurar um sistema de organização que funcione para si. Pode separar as faturas por meses ou anos dentro de secções temáticas como contas domésticas e IRS. O importante é você as encontrar facilmente quando precisar.

Outra solução é digitalizar e guardar no seu computador em uma drive virtual como a Dropbox ou o Google Drive. Deste modo, pode aceder à informação a partir de qualquer dispositivo, sem risco de a perder.

No meu caso que recebo despesas domésticas por email, tenho uma pasta no meu email só para recibos e comprovativos de pagamento. Ajuda mesmo muito acreditem!

Meu email: conta da Eletricidade no Canadá

E por aí… há quanto tempo não organiza os seus recibos?

2 Responses

  1. Sendo de família do interior, cujo lema é “guarde tudo sempre, vai que precisa né?”, Sempre guardei qualquer papelada que achasse importante (inclusive todos os comprovantes de pagamento da vida, pasmem!). Sou muito organizada, então tudo era colocado em pastas, nas datas e conteúdo certos. Porém, desde que li o livro da Marie Condo, eu resolvi jogar tudo isso fora, afinal nunca tinha usado. Resultado: esvaziei uma cômoda inteira!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

EnglishPortuguese